top of page
  • Foto do escritorCBPA

CBPA firma parceria com Instituto Ítalo Ferreira em campanha de combate ao peixe-leão

Atualizado: 25 de abr.


Convênio com entidade do surfista potiguar campeão olímpico vai auxiliar filhos de pescadores na área educacional; CBPA divulga material para prevenção à invasão ao peixe no litoral brasileiro


A Confederação Brasileira dos Trabalhadores da Pesca e Aquicultura realizou neste domingo (26), em Baía Formosa, no litoral Sul potiguar, a assinatura de um termo de cooperação com o Instituto Ítalo Ferreira, entidade realizada pelo surfista e campeão olímpico Ítalo Ferreira. O presidente da CBPA, Abraão Lincoln, assinou a parceria com a doação de computadores que serão destinados às crianças e jovens assistidas pelo projeto, que atende os filhos dos pescadores da região.


Atualmente, mais de 90 famílias são contempladas com os projetos. Além disso, haverá uma contribuição mensal em R$ 7 mil para o apoio ao Instituto, com objetivo de fomentar e revelar novos talentos para o esporte na cidade, especialmente ao surfe. Ítalo e seu pai, Luiz Ferreira, que preside o instituto, participaram da solenidade.


“Nós estamos contribuindo com o desenvolvimento de uma região que tem na pesca a sua principal renda. A CBPA apoia o Instituto Ítalo Ferreira, porque entende a importância dessa grande entidade, que tem um olhar para a educação da crianças e jovens aqui em Baía Formosa, como também de cidades vizinhas. Por isso, iniciamos essa parceria para que as famílias dos pescadores saibam o valor de uma boa educação aos seus filhos. Vamos também contribuir com um auxílio mensal, que vai dar um suporte necessário para as ações dessa instituição”, explicou Abraão Lincoln, presidente da CBPA.


Regate e combate ao peixe-leão


A programação contou com uma Regata dos Pescadores, que largaram da praia do Porto e percorreram um trecho da costa da cidade. No total, mais de R$ 5 mil foram entregues em prêmios aos participantes, que disputaram a prova em duas categorias: barcos e jangadas. Logo após, houve o lançamento de uma campanha educacional para que os pescadores combatam o peixe-leão, espécie predadora e que está avançando pelo litoral brasileiro, especialmente em regiões de corais e nascedouros marinhos.


Com um vídeo educacional, folhetins e materiais informativos, a CBPA ressaltou a necessidade de uma ação conjunta de controle ambiental com a comunidade praieira. O animal, que origem da região Indo-Pacífico, está causando um desequilíbrio ao ecossistema marinho. Por possuir espinhos venenosos e ser um predador voraz, vem causando uma devastação nos mares. Além disso, tem uma rápida reprodução e se alastra com enorme velocidade.


“Estamos muito aflitos com a presença desse peixe invasor ao nosso litoral. A CBPA vem trabalhando, buscando especialistas e assessores técnicos que nos deem suporte para mostrar aos pescadores e as autoridades competentes do nosso país como podemos trabalhar juntos e encontrar um plano estratégico de combate ao peixe-leão”, finalizou Abraão Lincoln.


A programação em Baía Formosa foi finalizada com shows em um palco montado na beira da praia do Porto. As apresentações foram dos cantores Jhoannes Sensação e os sucessos do brega de Bartô Galeno.




Fotos: Jocaff Souza/CBPA

33 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page